Fotógrafo é preso por estuprar e fazer vídeos pornográficos com a filha 12 anos

Menor de idade era estuprada quando visitava o pai

-

Fotógrafo de 30 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (22), no Bairro Cophavilla II, em Campo Grande, por estuprar e fazer vídeos pornográficos com a filha, uma garota de 12 anos. No computador do suspeito, investigadores encontraram material pornográfico com cenas de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes, além de fotos e vídeos onde abusava sexualmente da vítima. O material foi apreendido e deve ser periciado.

De acordo com a delegada Marília Brito, responsável pelas investigações, o caso foi denunciado na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) pela mãe da menina, que desconfiou do comportamento da filha. A partir daí, o suspeito passou a ser investigado.

“Pela manhã foi expedido mandado de busca e apreensão que nos permitiu ir até a casa do pai. Lá, encontramos diversos materiais pornográficos envolvendo menores de idade”, disse a delegada.

Marília explica que a menina mora com a mãe e os avós e os abusos aconteciam quando ela visitava o pai. O autor tem outra filha, mas a princípio, a informação é de que somente a garota de 12 anos era estuprada.

O suspeito foi preso em flagrante.